Arquivo para novembro, 2009

Momento de decisão

Posted in Esporte with tags , , on novembro 30, 2009 by Krol

Essa é uma semana de decisão no futebol brasileiro. Na sexta tem o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo da Afica do Sul. Saberemos quem o Brasil vai enfrentar na primeira fase, qual grupo será o da morte, enfim é o começo dos seis meses que viveremos com muitas reportagens sobre a primeira Copa no continente africano, é o começo da estrada rumo ao hexa.

Deixando a seleção de lado, no domingo é a última rodada do Campeonato Brasileiro. Desde que os pontos corridos começaram nunca tivemos um Brasileirão tão disputado. Temos grandes disputas nas duas pontas da tabela e todos os jogos serão no mesmo horário, 17h. Quem cairá para a segunda divisão? Quem se classificará para a Libertadores? E, o mais importante, quem será campeão?

Só para deixar o registro, na quarta-feira o Fluminense tenta o impossível: ser campeão da Copa Sul-Americana. O tricolor precisa ganhar de uma diferença de quatro gols para levar a disputa para os penaltis. O jogo é as 21h50.

Anúncios

Pérolas da TV

Posted in Pérolas da tv, `Tá na rede with tags , on novembro 29, 2009 by Krol

Grande momento musial da tv. Elis Regina e Wilson Simonal cantando “Vem Balançar”.

Muppets parodiando Queen

Posted in TV, `Tá na rede with tags , on novembro 25, 2009 by Krol

A paródia feita pelos Muppets do clássico do grupo inglês “Queen” “Bohemian Rhapsody” se tornou um grande hit na internet. Dê uma olhada.

Pequena parada para as festas

Posted in Papo Aleatório with tags , on novembro 24, 2009 by frinigeorga

Está chegando aquele momento complicado. Não, não é a quantidade de caloria ingerida na ceia de Natal nem a grana gasta com presentes: é época de final de temporada! Ok, posso ter me precipitado em algumas semanas, mas a agonia já está se instalando e um dos seriados que venho seguindo com afinco já entrou em hiato. “The Vampire Diaries” volta agora somente em janeiro e terminou com um ótimo gancho. Fato que não vou contar spoiler, então nem adianta pedir, mas deixo essa pergunta no ar: como é que ficamos até janeiro?

Tudo bem que já garantiram uma temporada completa com 22 episódios, o que me acalma em saber que terei ainda 12 episódios para degustar Damon e Stefan, mas até janeiro chegar, só as reprises salvam! Isso e o fato de que a adaptação foi feita de maneira que o seriado não está seguindo letra por letra o que L. J. Smith escreveu. Por mais que isso, no início, tenha irritado muitos fãs, eu gostei. Essa “adaptação livre” me mantém colada na TV já que não faço idéia do que pode acontecer. Novidades misturadas com personagens amados resultam em uma boa combinação.

Mas quando lembro dos hiatos, volta a agonia, já que o mesmo está prestes a acontecer com “Castle”, o segundo seriado mais amado da minha longa lista! É muito stress para um fim de ano só. Agüenta coração e simbora descontar nas rabanadas.

Pérolas da tv

Posted in Esporte, Pérolas da tv with tags on novembro 22, 2009 by Krol

Essa semana se comemorou os 40 anos do milésimo gol de Pelé. Vamos relembrar o penalti batido no jogo Vasco x Santos no Maracanã.

Agora só ano que vem

Posted in Séries EUA, spoiler with tags , on novembro 21, 2009 by Krol

As duas séries criadas e escritas por Shonda Rhimes, “Grey’s Anatomy” e “Private Practice”, tiveram seus últimos episódios do ano essa semana nos EUA. Agora os nosso médicos queridos só voltam em 2010 e com um crossover. Em janeiro é a vez de Mark Sloan e Addison Montgomery se encontrarem novamente. Será que terá algo relacionado ao fato de Mark estar esperando um neto? Teremos que esperar para ver.

As duas séries estão em um ótimo momento. Meredith tendo que lidar com o alcoolismo do Chief, Cristina e seu triangulo amoroso, Lexie e Mark tendo que lidar com a filha dele, todos assuntos que serão bem explorados nos próximos 14 episódios. Já em Los Angeles as coisas começaram a entrar um pouco nos eixos, Violet está melhor, Cooper e Charlotte estão as turras como sempre, Addison e Sam… bom esses dois ainda vão dar o que falar.

Para os fãs não ficarem desesperados com a falta de episódios “Grey’s Anatomy” lançou uma série de episódios para a web, dê uma olha clicanco aqui.

Da telona para a telinha

Posted in Séries with tags on novembro 20, 2009 by Krol

Por Leonardo Esteves

O cinema americano sempre gostou de destruir a Terra. E quase toda destruição do planeta é sempre muito bem recebida nas bilheterias de todo o mundo. O recente “2012”, de Roland Emmerich, é o último exemplo do que se pode chegar em melhores resultados (estéticos e financeiros). As incontáveis destruições do planeta em película já foram muito bem associadas aos medos e temores de seu tempo (e Emmerich sem dúvida está entre os que melhor fazem isso atualmente).

Nos início dos anos 50, Robert Wise (que dez anos antes montara a obra-prima “Cidadão Kane”, do genial e também visionário Orson Welles, que por sua vez foi um dos que primeiro destruiu a Terra, só que pelo rádio, na famosa transmissão de “Guerra dos Mundos”) dirigiu “O dia em que a Terra parou”. O filme mostrava um alerta feito pelos próprios alienígenas que o homem seria o responsável pela própria aniquilação de sua existência (a ameaça não estaria vindo de outro lugar, mas da própria humanidade). Na época, o mundo ainda digeria o final da segunda guerra mundial e o lamentável episódio das bombas atômicas (Hiroshima, Nagazaki), que deixou claro para todo o mundo que o homem podia sim acabar com sua própria espécie.

Desde 1951 até 2008, quando Hollywood resolveu ressucitar o filme numa refilmagem assinada por Scott Derrickson, o mundo não conheceu a invasão alienígena fora do cinema e o que pior aconteceu veio mesmo pelas mãos do homem (Vietnã,ditaduras militares na América Latina, 11 de Setembro e um crescente esvaziamento artístico na indústria cultural mundial). A direrença entre os dois filmes é gritante. Wise era um visionário e seu “Dia em que a Terra parou” é um trabalho preocupado com seu tempo (assim como Emmerich é hoje – seus filmes dialogam criticamente com seu tempo: em “O dia depois de amanhã” os EUA são destruídos e um aviso mais ou menos assim é anunciado “Os países da América Latina que receberem os americanos terão sua dívida externa perdoada”… maravilhoso!). O novo “Dia em que a Terra parou” parece estar completamente destituído de seu discurso original (e batido, já que sabemos mesmo que o homem é mesmo o maior devastador do meio ambiente, algo que há 50 anos atrás ainda era uma tendência e não um fato consumado).

“O dia em que a Terra parou” (o novo) estréia sábado às 22h no Telecine Premium, com diversas reprises ao longo da semana.

O dia em que a Terra parou” (o velho), passa no mesmo dia às 20:15 no Telecine Cult.