Arquivo de novembro, 2010

Cobertura de guerra no Rio

Posted in TV with tags on novembro 28, 2010 by Krol

Durante toda a semana e mais fortemente apartir de quinta-feira a programação de TV no Rio de Janeiro se transformou em transmissão de guerra. Todos os jornais locais tiveram edições especiais começando muito antes de seu horário e saindo do ar só quando a programação não permitia mesemo, no caso da TV Globo o RJTV 1ª edição só saiu do ar quando começou a novela das 18h.

Alguns aspectos nessa cobertura foi diferente dos demais casos de violência que o Rio de Janeiro sofreu ao longo das últimas décadas. No começo da década, principalmente depois da morte do jornalista Tim Lopes, as equipes de TV passaram a não mais subir os morros. Há, pelo menos, 5 anos sempre que as equipes de reportagem cobriam tiroteios os reporteres apareciam com coletes a prova de bala, mas era um colete cinza, que tentava imitar um colete normal. Era como se a TV quisesse esconder que estava protegendo seus funcionários. O que vimos nos últimos dias foram reporteres com coletes azuis que não deixam dúvidas de que são a prova da bala, são coletes bem parecidos com os que os correspondentes de guerra usam.

O Rio de Janeiro já viveu outras ondas de violência com cobertura em tempo real, mas o que diferencia essa das demais é a torcida da população para que essa dê  certo. O trabalho dos reporteres passando horas no ar e trazendo imagens como a fuga em massa dos traficantes da Vila Cruzeiro foi bem feito. Enquanto escrevo a TV no Rio mostra a ocupação do Complexo do Alemão. Durante todo o sábado tivemos a cobertura da expectativa da invasão, acordamos no domingo com as imagens das policias, militar e civil, marinha, exército e policia federal invadindo o Complexo do Alemão.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Essa cobertura lembra, e muito, as coberturas de guerra feitas pelos canais extrangeiros dos combates no Iraque e Afeganistão. Essa é a nossa guerra particular e a cobertura local está sendo muito bem feita.


 

Taylor Momsen aos 3 anos de idade

Posted in Extra with tags , , on novembro 27, 2010 by rscarone

Taylor Momsen, a chatinha Jenny de Gossip Girl, recentemente pôs a culpa nos pais por arruninar sua infância. A atriz foi limada do seriado por malcriação. Ela pode andar um pouco revoltada atualmente, mas lá pelos anos de 1997, ela estava amarradona fazendo comercial de frango “à milanesa”. Confira o vídeo abaixo com Taylor Momsen aos 3 anos de idade.

“Casseta e Planeta” não volta em 2011

Posted in TV with tags on novembro 26, 2010 by Krol

Segundo a jornalista Patrícia Kogut o programa “Casseta e Planeta: Urgente” não voltará a grade da TV Globo em 2011. O humorístico está no ar desde o começo da década de 90 e, antes disso, o grupo já fazia uma participação no finado “Doris para maiores” .  O grupo vai desenvolver um novo projeto e os seus integrantes devem aparecer em outros programas. Nesse ano pela primeira vez integrantes do grupo não foram a Copa do Mundo, foi a primeira que eles cobriram sem a presença de Bussunda.

Fox desenvolve piloto de “In Deep”

Posted in Séries EUA with tags , on novembro 25, 2010 by rscarone

De acordo com o site Deadline, a Fox tem mais um piloto vindo por aí: “In Deep”. Trama criada pela atriz/cantora/compositora Bird York, o projeto é descrito como uma mistura de “The Sopranos”/“Desperate Housewives”. “Uma agente do FBI se faz passar por dona de casa e se infiltra na máfia de Chicago com a ajuda das esposas dos criminosos.”

Para quem não conhece, Bird York é atriz desde meados da década de 1980, mas passou a trabalhar com a música na última década – ela já foi até indicada ao Oscar por sua canção tema do filme “Crash”. Essa será seu primeiro trabalho como roteirista.

Doutores cantantes

Posted in Séries EUA with tags on novembro 23, 2010 by rscarone

Os produtores do sucesso da rede de televisão ABC, “Grey’s Anatomy”, anunciaram que estão considerando produzir um episódio musical da série ano que vem.

De acordo com Michael Ausiello, o episódio especial seria exibido na segunda metade da temporada (início de 2011). Nada além disso foi divulgado sobre o episódio.

No início do ano Chandra Wilson revelou que Shonda Rhimes estaria interessada em um episódio musical mas que ela, Chandra, não gostava da idéia. Por que será?

Com essa onda de sucesso da série “Glee”, algumas séries se renderam a uma versão musical de suas tramas, vide “Fringe” (que corre o risco de ser cancelado!) e mais recente, “Hellcats”.

Buffy sem Whedon?

Posted in Séries EUA with tags , on novembro 23, 2010 by rscarone

É verdade. Um dos assuntos que está no TT é o reboot da franquia “Buffy – The Vampire Slayer” sem o seu criador. Existem já um roteirista e um estúdio envolvidos no projeto: Whit Anderson e a Warner Bros. respectivamente.

Joss Whedon divulgou uma declaração sobre a possibilidade de um novo filme, e apesar de não parecer abalado, já que tem um sonho de filme junto à Marvel Studios – ele se defende utilizando piadas e sarcasmo. Leia a declaração abaixo, cortesia do E! :

“Isso é um triste reflexo do nosso tempo, quando pessoas precisam se alimentar da carcassa de história queridas de nossa infância – só porque não conseguem pensar em algo original, como eu fiz com minha ideia para ‘Os Vingadores’. (…) Claro que tenho emoções diversas sobre algo assim… Sempre pensei que Buffy fosse sobreviver mesmo após minha morte. DEPOIS da minha morte. Não gosto da idéia da minha criação em mãos alheias, mas estou ciente de que muitas outras mãos estiveram envolvidas na produção do show. E não há nada que eu possa fazer a não ser suspirar. Não posso desejar o mal para as pessoas que querem arruinar meu pequeno mito. Eu posso, contudo, anunciar que vou filmar um filme do Batman. Porque aí está uma franquia que precisa se atualizar. Então esperem por um ‘O Cavaleiro das Trevas Ressurge Antes do Outro e Mais Barato Rodado em Toronto’, chegando a um cinema perto de você.”

Tem mais piadinhas, e está tudo no E! Confira.

Mais um médico que vira paciente

Posted in Séries with tags , on novembro 20, 2010 by Krol

“Private Practice” é uma série em que segue a linha de “Grey’s Anatomy”, ou seja, os casos médicos são desculpa para os personagens resolverem os conflitos de suas vidas. Talvez para se diferenciar um pouco da série que a originou ‘Private Practice” está tomando um rumo um pouco mais drástico, os próprios personagens se tornam os pacientes, a ponto de Violet em um episódio dizer que eles são amaldiçoados. Foi assim com Violet na segunda temporada e com Dell na terceira, agora chegou a vez de Charlotte.

Dra Charlotte King começou a série com a médica desalmada, ao longo das temporadas e, principalmente, depois de seu namoro com Copper ela passou a ser a médica competente e segura e não mais desalmada. Quando no começo de outubro as primeiras noticias de que Charlotte teria um arco de história centrada nela a primeira reação foi de que seria algo relacionado ao noivado com Copper, mas Shonda guardava algo bem mais poderoso, um estupro.

O arco do estupro começou a ser contado no começo do mês de novembro nos EUA e agora, quatro episódios depois, já podemos ver com mais clareza onde tudo isso vai parar. O primeiro momento do ataque a Charlotte gerou um episódios forte e tenso, com destaque para a interpretação de KaDee Strickland, que lembrou um pouco o clima do tiroteio em “Grey’s”. Os episódios seguintes com todo mundo querendo ajudar e Charlotte querendo paz foram dramáticos na medida certa. Copper, depois de descobrir o que aconteceu, falando para Charlotte que a ama e que vai matar o seu estuprador é linda.

Um arco com um tema tão delicado sendo mostrado de forma tão competente tem rendido boas audiências o que mostra que Shonda é mesmo uma craque.