Archive for the TV Category

Tiros que curam

Posted in spoiler, TV with tags , on janeiro 8, 2011 by Krol

“Grey’s Anatomy” voltou com tudo em 2011. O primeiro episódio mostra os médicos do Seatle Grace tendo que enfrentar seus fantasmas ao atender as vitima de um tiroteio em uma escola. É um bom episódio que colocou a temporada organizada para a sua reta final.

Nenhum dos casos que eles cuidam é espetacular, é um episódio mais focado na reação dos médicos do que, como de costume, fazer da doença uma metáfora. O tiroteio faz com que Cristina volte para uma sala de operação e volte a ser a Cristina que cativou os fãs. Eu já estava meio de saco cheio dela traumatizada, toda a temporada que ela é mantida fora de uma sala de operação é uma péssima temporada pera Cristina, o personagem não funciona. Lexie e Mark estão juntos novamente e voltaram a ser o casal fofo que eram antes da filha dele aparecer e atrapalhar tudo. Nesse episodio eles não tem muito destaque.

Callie e Arizona continuam separadas e vai ser um longo caminho até que essas duas voltem a ser um casal. Mesmo assim elas conseguem trabalhar juntas e salvar a perna de uma adolescente, isso tudo depois que Alex enfrenta o pediatra que queria cortar a perna da adolescente e coloca Arizona de volta a uma sala de operação no Seatle Grace.

O melhor do episodio é Meredith explodindo com Derek durante uma cirurgia falando que ela também passou por um grande trauma no dia do tiroteio no hospital e que ela sabe a dor dos parentes que aguardam notícias. É uma ótima cena e mostra que Meredith não saiu tão ilesa do tiroteio como vinha demostrando nos outros episódios.

Teddy casou mesmo com um paciente e pelo pouco que vimos isso ainda vai virar um grande romance. Tem muita cara de Danny e Izzie, mas espero que com um final bem mais feliz. Falando em futuro, existem alguns rumores na internet dizendo que Callie estaria grávida de Mark, seria um ótimo plot. E notícias, essas confirmadas, que ate o final da temporada papai Grey vai voltar ao hospital como paciente mais uma vez, Podemos esperar um bom episodio com Lexie e Meredith em algumas semanas.

 

Cobertura de guerra no Rio

Posted in TV with tags on novembro 28, 2010 by Krol

Durante toda a semana e mais fortemente apartir de quinta-feira a programação de TV no Rio de Janeiro se transformou em transmissão de guerra. Todos os jornais locais tiveram edições especiais começando muito antes de seu horário e saindo do ar só quando a programação não permitia mesemo, no caso da TV Globo o RJTV 1ª edição só saiu do ar quando começou a novela das 18h.

Alguns aspectos nessa cobertura foi diferente dos demais casos de violência que o Rio de Janeiro sofreu ao longo das últimas décadas. No começo da década, principalmente depois da morte do jornalista Tim Lopes, as equipes de TV passaram a não mais subir os morros. Há, pelo menos, 5 anos sempre que as equipes de reportagem cobriam tiroteios os reporteres apareciam com coletes a prova de bala, mas era um colete cinza, que tentava imitar um colete normal. Era como se a TV quisesse esconder que estava protegendo seus funcionários. O que vimos nos últimos dias foram reporteres com coletes azuis que não deixam dúvidas de que são a prova da bala, são coletes bem parecidos com os que os correspondentes de guerra usam.

O Rio de Janeiro já viveu outras ondas de violência com cobertura em tempo real, mas o que diferencia essa das demais é a torcida da população para que essa dê  certo. O trabalho dos reporteres passando horas no ar e trazendo imagens como a fuga em massa dos traficantes da Vila Cruzeiro foi bem feito. Enquanto escrevo a TV no Rio mostra a ocupação do Complexo do Alemão. Durante todo o sábado tivemos a cobertura da expectativa da invasão, acordamos no domingo com as imagens das policias, militar e civil, marinha, exército e policia federal invadindo o Complexo do Alemão.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Essa cobertura lembra, e muito, as coberturas de guerra feitas pelos canais extrangeiros dos combates no Iraque e Afeganistão. Essa é a nossa guerra particular e a cobertura local está sendo muito bem feita.


 

“Casseta e Planeta” não volta em 2011

Posted in TV with tags on novembro 26, 2010 by Krol

Segundo a jornalista Patrícia Kogut o programa “Casseta e Planeta: Urgente” não voltará a grade da TV Globo em 2011. O humorístico está no ar desde o começo da década de 90 e, antes disso, o grupo já fazia uma participação no finado “Doris para maiores” .  O grupo vai desenvolver um novo projeto e os seus integrantes devem aparecer em outros programas. Nesse ano pela primeira vez integrantes do grupo não foram a Copa do Mundo, foi a primeira que eles cobriram sem a presença de Bussunda.

Vale Tudo é imperdível

Posted in Nostalgia, TV with tags , on outubro 13, 2010 by Krol

O Canal Viva conquistou audiência rapidamente ao reapresentar grandes sucessos da TV Globo. Na grade pode-se ver “Por Amor” e as maldades de Branca Letícia de Barros Mota, “Quatro Por Quatro” com Babaloo e Rai, as ótimas minisséries e, até, “Saí de Baixo”. Mas agora em outubro o canal resolveu reprisar uma da melhores novelas da história da TV brasileira: “Vale Tudo”.

Rever, no meu caso, pela terceira vez a novela não tem preço. É verdade que o horário não favorece, passa às 00:45 ou na reprise ao 12h, é uma das conseqüências do Viva não poder competir com o horário nobre da Globo. O texto continua atual e agora tem ainda a diversão de ver o figurino do final da década de 80 (a novela é de 88). A qualidade do texto é impressionante, logo no primeiro capítulo a conversa entre Maria de Fátima e o avô sobre corrupção poderia estar em qualquer novela atual.

Raquel ainda não começou a vender sanduíches na praia, Maria de Fátima ainda não roubou o Afonso da Solange, Heleninha ainda não voltou a beber e Odete Roitman ainda está muito longe de aparecer, mesmo assim “Vale Tudo é super envolvente, daquelas novelas que não se tem como parar de acompanhar. Principalmente porque já se sabe o que vai acontecer e não se quer perder nem um lance que levarão as cenas clássicas, como Heleninha bêbada na pista de dança pedindo um mambo ou Maria de Fátima rolando na escadaria do Theatro Municipal.

Além da qualidade da trama e das atuações assistir a “Vale Tudo” também mostra um retrato do Brasil no final dos anos 80. Uma época em que o presidente era José Sarney, as eleições diretas para presidente ainda estavam por vir, o desemprego e a inflação eram enormes e uma desilusão com o Brasil fazia parte do dia-a-dia da população. Enfim, “Vale Tudo” prova que é programa indispensável em qualquer época.

Nova série: Raising Hope

Posted in Séries, Séries EUA, spoiler, TV with tags , , on setembro 27, 2010 by Krol

A nova comédia do canal Fox, “Raising Hope”, segue a mesma trilha deixada pela boa “My Name is Earl’, ou seja, a vida de uma família de classe baixa dos EUA e com um humor politicamente incorreto. Aqui a história gira em torno de Jimmy, um rapaz de 23 anos e sua tentativa de criar sua filha, Hope, ou como diz sua mãe no piloto, sua tentativa de mante-la viva.

Toda a família Chance é um amontoado de esteriótipos. A avó que tem algum tipo de demência e passa boa parte do episodio tirando a blusa, o primo que só quer saber de se divertir, e os pais que tem subempregos e estão juntos porque tiveram Jimmy quando tinham 15 anos. Essa é aprendia impressão que se tem, mas as coisas vão melhorando ao longo dos 20 e poucos minutos que dura o piloto.

Jimmy é simpático e seus encontros com Sabrina já projetam que muita coisa vai acontecer ao longo da temporada com esse casal no mínimo excêntrico. Mesmo com bons momentos doa demias personagens quem rouba mesmo a cena é Martha Plimpton como Virginia, a mãe de Jimmy. Antes de falar de sua boa atuação tenho que registrar que é com certa dor no coração que vejo uma Goonie vivendo a mãe de um protagonista. Voltando a atuação de Plimpton, ela começa a chamar a atenção na cena do carro quando faz uma curva para mostrar para o filho que ele não prendeu a cadeirinha de Hope, mas é quando canta para a neta que conquista de vez o coração do público.

Em um ano repleto de estréias de dramas de uma hora, “Raising Hope” é uma boa aposta e, de certa forma, segue o caminho do canal que deu a TV as duas famílias mais politicamente incorretas que existem, os Simpson e os Bundy.

Nova série : Lone Star

Posted in Séries EUA, spoiler, TV with tags , , on setembro 26, 2010 by Krol

Um charmoso trambiqueiro com duas mulheres, esse é o herói da nova série do canal Fox. Com algo tão vago como tema e um piloto que mostra ainda menos, não é de espantar que essa série esteja tão ameaçada de ser cancelada já na próxima semana.

A única coisa que funciona no piloto é o charme do personagem principal. Robert, vivido por James Wolk, é encantador e mesmo que o espectador saiba que ele destrói a vida de pessoas comuns, roubando as suas economias, o seu sorriso acaba conquistando a platéia. O problema é que sua fraqueza diante do pai acabam transformando o personagem em um ser ambíguo demais para a TV.

Para piorar um pouco a situação da série Robert tem duas mulheres. Cat é rica, seu pai é um empresário da área de petróleo, e ele termina o piloto se casando com Lindsey, moça simples do interior por quem ele se apaixona quando estava enganando várias famílias da cidade. A única semelhança enre as duas, além dele se dizer apaixonado por ambas, é o fato dele ter se encantado por elas durante esquemas que ele e o pai estavam armando para tirar o dinheiro de inocentes.

O piloto não diz nada e o charme de Wolk não é o suficiente para manter o piloto de pé. O restante do elenco está bem, mas a série tem cara mesmo de que vai ser cancela, a única coisa que pode salva-La é um segundo episodio bombástico, caso contrário acho difícil que consiga chegar ao terceiro.

A mãe de Lois Lane

Posted in Séries, Séries Brasil, Séries EUA, TV with tags , , , on setembro 25, 2010 by Krol

“Smallville”, que está entrando na sua décima temporada, anunciou uma ótima participação especial. Teri Hatcher, a Susan de “Desperate Housewives”, vai viver a mãe de Lois Lane. Por que essa é um ótima participação? Teri viveu durante anos Lois Lane na tv no seriado dos anos 90 “Lois & Clark” ou, na versão da TV Globo, “As novas aventuras de Superman”. Vai ser a Lois de ontem sendo a mãe da Lois de hoje, uma jogada de mestre dos roteiristas. A participação vai ao ar no oitavo episódio dessa temporada que tem como título “Abandoned”.