Arquivo para spoiler

Tiros que curam

Posted in spoiler, TV with tags , on janeiro 8, 2011 by Krol

“Grey’s Anatomy” voltou com tudo em 2011. O primeiro episódio mostra os médicos do Seatle Grace tendo que enfrentar seus fantasmas ao atender as vitima de um tiroteio em uma escola. É um bom episódio que colocou a temporada organizada para a sua reta final.

Nenhum dos casos que eles cuidam é espetacular, é um episódio mais focado na reação dos médicos do que, como de costume, fazer da doença uma metáfora. O tiroteio faz com que Cristina volte para uma sala de operação e volte a ser a Cristina que cativou os fãs. Eu já estava meio de saco cheio dela traumatizada, toda a temporada que ela é mantida fora de uma sala de operação é uma péssima temporada pera Cristina, o personagem não funciona. Lexie e Mark estão juntos novamente e voltaram a ser o casal fofo que eram antes da filha dele aparecer e atrapalhar tudo. Nesse episodio eles não tem muito destaque.

Callie e Arizona continuam separadas e vai ser um longo caminho até que essas duas voltem a ser um casal. Mesmo assim elas conseguem trabalhar juntas e salvar a perna de uma adolescente, isso tudo depois que Alex enfrenta o pediatra que queria cortar a perna da adolescente e coloca Arizona de volta a uma sala de operação no Seatle Grace.

O melhor do episodio é Meredith explodindo com Derek durante uma cirurgia falando que ela também passou por um grande trauma no dia do tiroteio no hospital e que ela sabe a dor dos parentes que aguardam notícias. É uma ótima cena e mostra que Meredith não saiu tão ilesa do tiroteio como vinha demostrando nos outros episódios.

Teddy casou mesmo com um paciente e pelo pouco que vimos isso ainda vai virar um grande romance. Tem muita cara de Danny e Izzie, mas espero que com um final bem mais feliz. Falando em futuro, existem alguns rumores na internet dizendo que Callie estaria grávida de Mark, seria um ótimo plot. E notícias, essas confirmadas, que ate o final da temporada papai Grey vai voltar ao hospital como paciente mais uma vez, Podemos esperar um bom episodio com Lexie e Meredith em algumas semanas.

 

Anúncios

Tristeza na comédia

Posted in Séries, Séries EUA, spoiler with tags , on janeiro 5, 2011 by Krol

O primeiro episódio de “How I Met Yoir Mother” de 2011 pegou os fãs, eu incluida, desprevinidos e fez muita gente chorar na última cena. Nada nos preparou para o que ia acontecer e nos sentimos como Marshal que fala “eu não estou preparado para isso”.

Fui uma dos muitos espectadores pegos completamente de surpresa pela morte do pai de Marshall. Não sabia que o episódio tinha um nome tão sugestivo – Bad News – e, mesmo tendo identificado muitos dos números, não reparei na contagem regressiva apresentada. Não fiquei revoltada ou chocada, mas essa morte depois de um episódio tão leve me fez lembrar  que há espaço para a tristeza nas sitcoms e que esses momentos são, normalmente, bem mais reais do que em qualquer drama de uma hora. Isso acontece porque a vida não é só um dramalhão e bad news surgem do nada e nos pegam despreparados exatamente como acontece nas sitcoms.

Depois do episódio, logo a primeira série que via em 2011, fui a internet ler as reações como sempre faço e só nesse momento vi que existia uma contagem regressiva em cada cena (aqui você encontra o local de cada número), mas mesmo que soubesse e tivesse identificado isso não amenizaria o choque. A trizteza deve continuar nos episódios que seguirão. Pra mim é uma sensação muito próxima do que senti no episódio em que onica descobre que não pode ter filhos em “Friends” ou quando Fran perde o filho em “The Nanny”.

Não esperava terminar uma meia de comédia com lágrimas nos olhos e foi isso que HIMYM me proporcionou. Agora estou ansiosa para ver como a história anda daqui pra frente.

A espera do último episódio

Posted in Séries EUA, spoiler with tags , on dezembro 8, 2010 by Krol

“Dexter” é uma série acima da média, é claro que teve e tem vários problemas, mas em cinco temporadas consegue manter a regularidade e alto nível. Falta só um episódio para acabar a quinta temporada e, como de costume, essa reta final está eletrizante.

Essa temporada foi um pouco diferente do que as anteriores, Dexter teve que lidar com a morte da Rita, o que valeu um primeiro episódio primoroso. Até descobrirmos quem é o grande adversário do nosso serial killer preferido demorou alguns episódios e isso não foi um problema. O grande mérito dessa temporada foi o ritmo certo para que os espectadores junto com Dexter pudessem absorver a morte surpreendente de Rita e as mudanças que isso trouxe.

Depois foi o momento de desenvolver Lumen aos poucos e criar os laços que a ligam a Dexter. Um dos meus grandes medos é que os roteiristas matem a Lumen no episodio que falta. Nela Dexter encontrou um par perfeito. Vai dizer que numa sexta temporada ver Dextar e Lumen matando juntos não ia ser uma ótima história?

Voltando a essa temporada. Quinn vai ter sérios problemas coma morte de Liddy. Em soluções que são a cara dessa série ele vai ser acusado de ter matado o ex-policial, ou você acha que aquele pingo de sangue no sapato foi por acaso? Se algo acontecer com Quinn a Deb vai começar a achar que é amaldiçoada.

Minha aposta para o ultimo episodio é que Deb vai achar que quem matou todos os envolvidos no assassinato das mulheres foi a Lúmen e que ela não vai prende-La porque concorda com o que ela fez. Seria o primeiro passo para Dexter contar para a irmã que é um serial killer. Será que é isso que nos espera na sexta temporada?

Espero ansiosamente o ultimo episodio desta temporada. Uma temporada que foi bem melhor do que a anterior e merece um final tão chocante como a morte de Rita.

Muitos danos e todos vivos

Posted in Séries, Séries EUA, spoiler with tags , , on maio 22, 2010 by Krol

Todo o capítulo final de temporada faz com que os fãs esperem algo bombástico. Um acontecimento que faz com que o espectador fique louco para que a série recomece lá na primavera. É sempre um longo e tenobroso inverno para os fãs. Quando as notícias de que o final de “Grey’s Anatomy” era algo incrível e imperdível, me preparei para o fim de romances e, até mesmo, para ficar em dúvida sobre a sobrevivência de alguns dos médicos, mas Shonda Rhimes não deixou dúvidas e mesmo assim fez o melhor final de temporada da série, talvez o melhor episódio desses seis anos. Sim, é melhor do que o da morte de Danny e o da bomba. Muito melhor.

O episódio duplo gira em torno de Gary Clark, o marido de uma paciente do Chief, de Laxie e de Derek, que teve morte cerebral depois de complicações em uma operação e que os três médicos, cumprindo um desejo dela, desligaram os aparelhos. Gary não consegue aceitar a morte da esposa e resolve ir ao hospital em busca de justiça. Como ele faz isso? Com uma arma e muita munição.

Grey's Anatomy

Continue lendo

Todos de luto

Posted in Séries, Séries EUA, spoiler, TV with tags , on maio 17, 2010 by Krol

Mais um ano de “Private Practice” chegou ao fim e esse capítulo final começou exatamente onde a temporada havia se iniciado, ou seja, com todos em Saint Ambrose torcendo para que Addison, mais uma vez, salve a vida de um ente querido.

Private Parctice

O terceiro ano da série começou com Violet e Lucas lutando pela vida depois que a psiquiatra foi atacada por uma de suas pacientes esquizofrênicas. Ao longo dos 23 apisódios tivemos que lidar com a luta de Addison para não trair a sua amizade com Naomi, o que a fez cair nos braços de Pete, e a transformação de Cooper de namorado fofo em alguém capaz de partir o coração de Charlotte. Tudo isso aconteceu em meio a episódios nem sempre tão bons, mesmo assim foi uma temporada boa e regular.

Voltando ao último capítulo. Maya e Dell sofem um acidente de carro quando estão acaminho do hiospital para que ela tenha o bebê. Como de costume o caso de Maya é seríssimo e só Addison é capaz de fazer o parto sem deixar a filha de Sam e Naomi paralizada. Essa última parte cin a competente ajuda de Amelia Shepard. O sobrenome não é conincidência, ela é uma das irmãs de Derek mesmo.

Continue lendo

Glee está de volta

Posted in Séries, Séries EUA, TV, `Tá na rede with tags , , , on abril 14, 2010 by Krol

“Glee” é o novo grande sucesso da TV americana, seus primeiro 13 episódios conseguiram conquistar fãs de todas as idades e em vários países, isso lhe valeu um pedido adicional de episódios, uma especies de segunda parte da primeira temporada. É essa segunda parte que começou essa semana nos EUA.

“Hell-O”, 14º episódio, teve a maior audiência da série até o momento e mostra as desventuras de do New Directions depois que eles ganharam as sectionals. Tudo gira em torno dos dois casais principais, Rachel e Finn e Mr Shue e Emma, as histórias voltam a ficar enroladas depois daquele beijo final e para a alegria dos fãs Sue Sylvester está de volta em plena forma.

Começando uma série de participações especiais Jonathan Groff, que estrelou o grande sucesso da Broadway junto com Lea Michele (Rachel) “Spring Awakening”, aparece como Jesse St. James a estrela do coral rival que começa um romance com Rachel. Sim, ele é a razão para ela e Finn não se entenderem. Jonathan vai estar em mais alguns episódios nesse arco final da temporada. Também aparecendo pela primeira vez está outra estrela da Broadway, Idina Menzel, de “Rent” e “Wicked”, que em “Glee” vive Shelby Corcoran a regente do grande rival do New Directions.

Esse primeiro episódio tem bons números musicais, como sempre, e complica um pouco a história para que ela continue interessante e caminhe para um bom final de temporada. Não é dos melhores episódios mas fez os fãs matarem a saudade e se prepararem para o tão antecipado “The Power of Madonna”, um episódio com dez  números musicais todos do repertório da diva do pop. Para esquentar ainda mais o interesse pela série ai vai o clipe de Sue Sylvester cantando “Vogue”.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Sue Sylvester, de “Glee”, faz um clip…“, posted with vodpod

De volta e com muito mais ação

Posted in Séries, Séries EUA, spoiler with tags , on janeiro 18, 2010 by Krol

“Chuck” é uma daquelas séries que tem uma premissa inacreditável mas encanta os fãs. As desventuras do nerd que um dia se vê com todos os segredos das agências de inteligências dos EUA na cabeça mistura ação, coadjuvantes divertidos e muitas referências a cultura pop. A série quase não foi renovada para um terceira temporada, isso só aconteceu porque fãs começaram uma campanha que envolvia comer sanduíches na rede Subway, que paga para ter seus produtos expostos nos episódios, e se manifestar em favor da renovação. A mobilização deu certo e a renovação saiu mas com algumas perdas. A produção teve que diminuir seus custos, com isso alguns personagens foram embora e, para conquistar mais público, as cenas de ação ganharam mais destaque.

Na última semana tivemos três novos episódios. A ação começa alguns meses depois do final da segunda temporada, quando Chuck teve o programa que está no seu cérebro atualizado e ganhou habilidades de luta. Ele agora treina para ser um espião, mas é reprovado não só porque não consegue controlar os flashes que possibilitam que ele lute mas também porque se recusa a atirar no inimigo. Podemos dizer que Chuck é adepto da filosofia da Drew Barrymore. Ela quando foi fazer “As Panteras” deu como condição que armas não fossem utilizadas pelas mocinhas do filme. Com Chuck é a mesma coisa, ele se livra das armas e ganha as lutas no braço ou na inteligência, mais ou menos como nas temporadas anteriores. Com adicional de que as cenas de ação ocupam mais tempo no episódio.

O romance Sarah e Chuck continua no mesmo pé. Nos flashbacks vemos que ela tentou fugir com ele, mas Chuck quis continuar seu treinamento e não viver em fuga. Esse é um dos temas do episódio duplo ele e Sarah voltando a ter um namoro de fachada. Esse é o primeiro passo para o time que eles formam com Casey voltar a existir e a temporada começar com a dinâmica que faz de “Chuck” uma série com fãs apaixonados.

Sobre o restante dos personagens, eles aparecem pouco. Morgan vai morar com Chuck, Ellie e Awesome se mudam para um apartamento em frente e tudo continua igual na Buy More.